Novas boxes com Puppet 5 e mais

Vagrant boxes with Puppet 5

Boxes com Puppet 5.0.0 instalado, prontas para fazer quaisquer tipos de testes e desenvolvimento.

CentOS

Scientific

Debian

Ubuntu

Nova box Puppetserver 5

Se quiser fazer testes com o puppetserver 5.0.0, basta usar essa box.

Novas boxes com Puppet 4 Latest

Nem todos os OSes são compatíveis com Puppet 5, para aqueles que não são, fiz um update da box com a última versão disponível da série 4.10.x

Nova box GitLab CE

Essa vem com o GitLab 9.3.3 instalado em um CentOS 7

Novas boxes NOCM

Essas boxes vem sem Puppet instalado

Enjoy!

[s]
Guto

Nova iniciativa infraascode.slack.com

Galera,

Fiz um post recente dizendo que estou de saída do Telegram, detalhando as razões e os motivos que me levaram a tomar essa decisão.

O fato é que eu não vou mais investir meu tempo “mantendo” as comunidades e grupos que eu criei no telegram.

Estou descontinuando os seguintes grupos nas próximas semanas:

  • puppet-br
  • ansible-br
  • gitlab-br
  • rancher-br
  • elastic-br
  • vagrant-br
  • jenkins-br

Portanto, venho aqui convidar o pessoal que participa destes grupos para esta nova plataforma, chama-se Slack. Lá teremos mais autonomia para gerir as comunidades de TI e mais segurança pois podemos ter vários owners — garantindo a continuidade da iniciativa — e vários admins ajudando a fomentar os temas e a cuidar de toda a comunidade.

Não vamos perder nada, vamos na verdade ganhar mais recursos, integrações e controles.

Quem quiser participar da nova iniciativa segue o link.

https://join.slack.com/infraascode/shared_invite/MjAzMDM1NzEzOTIzLTE0OTgzNDc1MTItM2VmOTRkYjQ3Nw

A URL de nossa comunidade é:

infraascode.slack.com

A ideia é ter papo técnico, sem ideologia, alto nível, no estilo “show me the code”.

O foco é Infra as Code ou Infraestrutura como código, todos os canais que forem criados sempre estarão relacionados com esse contexto.

Queremos focar nas tecnologias e métodos em especial CI/CD, automação, gconf, orquestração, provisionamento, versionamento, etc.

Queremos fomentar discussões, aprofundar nossos conhecimentos, produzir código, criar projetos opensource, gerar posts e artigos de referência para comunidade de TI no Brasil.

Já temos os seguintes canais por lá:

  • ansible
  • puppet
  • git
  • containers
  • jenkins
  • ci_cd
  • python
  • ruby
  • terraform
  • testing
  • vagas
  • vault

Se quiser trazer sua comunidade venha pra cá, todos são bem vindos!

Nos vemos lá.

[s]
Guto

Vaga aberta para Puppet Senior na Instruct

É isso mesmo, queremos aumentar nosso time técnico, no momento precisamos de um(a) desenvolvedor(a) Puppet, e logo vamos precisar de mais :)

Olhe os detalhes da vaga, e se for o caso, se atender aos requisitos, entre em contato!

http://instruct.com.br/jobs/desenvolvedor-puppet/

Vem pra Instruct!

[s]
Guto

Código de Conduta atualizado e ampliado

No dia 21 de Julho de 2016 eu decidi criar um código de conduta para servir de referência para algumas comunidades que eu estava mantendo no telegram. Eu queria proteger os usuários dos grupos, orientar e garantir um convívio sadio dentro dos grupos do telegram. Em especial, eu queria garantir que era um lugar de inclusão, sem assédio ou preconceitos.

O código nasceu, recebeu muitas contribuições e ontem eu decidi ampliá-lo para que possa atender não só o Telegram, mais quaisquer comunidades de TI Brazucas que utilizam algum mecanismo de chat para se comunicar.

O nome do grupo também mudou, antes era “telegram-it-groups”, agora é “brazil-it-groups”.

COC em Nova URL

https://github.com/brazil-it-groups/code-of-conduct

Hoje temos cerca de 42 grupos no telegram que adotaram o código de conduta em suas comunidades. No Slack já temos 1 grupo:)

Fico feliz em ter ajudado a melhorar o convívio de profissionais de TI, eu vou continuar mantendo esse projeto com muito carinho.

Aceitamos contribuições, envie seu PR.

[s]
Guto

Saindo do telegram

Pessoas, informo que eu to saindo do telegram — por tempo indeterminado — pois a coisa está ficando caótica para gerir comunidades, cresceu além da conta, além da expectativa, está muito difícil administrar tudo.

Hoje eu mantenho as seguinte comunidades no telegram:

  • puppet-br
  • vagrant-br
  • elastic-br
  • gitlab-br
  • rancher-br
  • ansible-br
  • mac-users-br
  • jenkins-br

Apóio como admin nas seguintes comunidades:

  • docker-br
  • devops-br
  • openshift-br

Motivos

O Telegram não me permite separar contatos de grupos e pessoas, agrupar interesses, contextos, dentre outras funcionalidades que tem me deixado muito desconfortável.

Além disto, recentemente o owner de um das maiores comunidades faleceu. Investigando aqui eu vi que simplesmente não tem como passar uma comunidade de uma pessoa pessoa para outra, não dá para ter um backup, um co-owner ou alguém que siga tocando o projeto criado por este amigo que nos deixou.

Fora isso, integrações e recursos importantes, canais privados — de fato, videoconferência em grupo e outras coisas me fazem falta.

Atitudes

Por equanto eu vou dar um tempo do telegram, estou estudando a melhor forma de gerir todas as essas comunidades fora do telegram, em um lugar que me ofereça os recursos que eu preciso.

Em breve, quando tudo estiver pronto, soltarei outro post para convidar os interessados a participar de uma nova iniciativa, em uma nova plataforma.

A entrada se dará por convites e apenas por convites, prezando manter o papo em alto nível, sem ideologia.

O mesmo código de conduta de sempre — agora ampliado — será utilizado.

É isso, informei!

[s]
Guto

Novas boxes vagrant publicadas

Publiquei novas boxes vagrant em meu repositório do atlas, são elas GitLab-CE, Puppetserver e PCP.

https://atlas.hashicorp.com/gutocarvalho

Essas boxes foram criadas utilizando Packer 0.12.2, Virtualbox 5.14.1, Vagrant 1.9.0 e CentOS 7.3.1611.

Box GitLab CE v1.0.0

Essa box é traz o GitLab CE instalado em um CentOS 7 para facilitar testes do GitLab.

https://atlas.hashicorp.com/gutocarvalho/boxes/centos7x64-gitlab-ce/versions/1.0.0

Versões:

  • CentOS 7.3.1611
  • Puppet Agent 1.9.0
  • GitLab CE 8.16.4

Para instalar a box digite o comando abaixo no terminal

vagrant box add gutocarvalho/centos7x64-gitlab-ce

Crie um diretório para o projeto

mkdir gitlab-ce; cd gitlab-ce

Crie um arquivo Vagrantfile no diretorio com o conteúdo abaixo

 # -*- mode: ruby -*-
# vi: set ft=ruby :

VAGRANTFILE_API_VERSION = "2"

Vagrant.configure(VAGRANTFILE_API_VERSION) do |config|
  config.vm.hostname = "gitlab.hacklab"
  config.vm.box = "gutocarvalho/centos7x64-gitlab-ce"
  config.vm.network "private_network", ip: "192.168.250.45"
  config.vm.provider "virtualbox" do |virtualbox|
    virtualbox.customize [ "modifyvm", :id, "--cpus", "2" ]
    virtualbox.customize [ "modifyvm", :id, "--memory", "2048" ]
  end
end

Suba a vm

vagrant up

Depois que a VM subir acesse o endereço e siga as instruções.

http://192.168.250.45 

Info sobre o projeto

https://gitlab.com/gutocarvalho/packer-centos-gitlab-ce

Box PuppetServer v2.0.0

Essa box é traz o Puppet Server 2.7 instalado em um CentOS 7 para facilitar testes do Puppet e Puppetserver.

https://atlas.hashicorp.com/gutocarvalho/boxes/centos7x64-puppetserver/versions/2.0.0

Versões:

  • CentOS 7.3.1611
  • Puppet Server 2.7.2
  • Puppet Agent 1.9.0

Para instalar a box digite o comando abaixo no terminal

vagrant box add gutocarvalho/centos7x64-puppetserver

Crie um diretório para o projeto

mkdir puppetserver; cd puppetserver

Crie um arquivo Vagrantfile no diretorio com o conteúdo abaixo

# -*- mode: ruby -*-
# vi: set ft=ruby :

VAGRANTFILE_API_VERSION = "2"

Vagrant.configure(VAGRANTFILE_API_VERSION) do |config|
  config.vm.hostname = "puppetserver.hacklab"
  config.vm.box = "gutocarvalho/centos7x64-puppetserver"
  config.vm.network "private_network", ip: "192.168.250.46"
  config.vm.provider "virtualbox" do |virtualbox|
    virtualbox.customize [ "modifyvm", :id, "--cpus", "2" ]
    virtualbox.customize [ "modifyvm", :id, "--memory", "4096" ]
  end
end

Info sobre o projeto

https://gitlab.com/gutocarvalho/packer-centos7-puppetserver

Box PCP v3.0.0

Essa box contém o projeto PCP que traz uma implementação completa do Puppet 4 com todos os serviços integrados.

https://atlas.hashicorp.com/gutocarvalho/boxes/centos7x64-pcp/versions/3.0.0

Versões:

  • CentOS 7.3.1611
  • Puppet Server 2.7.2
  • Puppet Agent 1.9.0
  • Mcollective 2.10.0
  • Hiera 3.3.0
  • Facter 3.6.0
  • PuppetDB 4.2.4
  • PostgreSQL 9.5.5
  • Puppet Explorer 2.0.0
  • Puppet Board 0.2.0
  • ActiveMQ 5.14.0
  • R10k 2.5.2

Para instalar a box digite o comando abaixo no terminal

vagrant box add gutocarvalho/centos7x64-pcp

Crie um diretório para o projeto

mkdir pcp; cd pcp

Crie um arquivo Vagrantfile no diretorio com o conteúdo abaixo

# -*- mode: ruby -*-
# vi: set ft=ruby :

VAGRANTFILE_API_VERSION = "2"

Vagrant.configure(VAGRANTFILE_API_VERSION) do |config|


  if Vagrant.has_plugin?("vagrant-hosts")
    config.vm.provision :hosts do |provisioner|
      provisioner.add_localhost_hostnames = false
      provisioner.autoconfigure = true
      provisioner.sync_hosts = true
      provisioner.add_host '192.168.250.35', ['puppet']
      provisioner.add_host '192.168.250.35', ['puppetdb']
    end
  end

  config.vm.box = "gutocarvalho/centos7x64-pcp"

  # puppet server + puppet agent
  config.vm.define "puppetserver" do |puppetserver|
    puppetserver.vm.hostname = "puppet-pcpm.hacklab"
    puppetserver.vm.network :private_network, ip: "192.168.250.35"
    puppetserver.hostsupdater.aliases = ["puppetboard.hacklab", "puppetexplorer.hacklab"]
    puppetserver.vm.provider "virtualbox" do |v|
      v.customize [ "modifyvm", :id, "--cpus", "2" ]
      v.customize [ "modifyvm", :id, "--memory", "6144" ]
      v.customize [ "modifyvm", :id, "--name", "puppet-pcpm.hacklab" ]
    end
  end

end

Instale os seguintes plugins

vagrant plugin install vagrant-hosts
vagrant plugin install vagrant-hostsupdater

Inicie o projeto

vagrant up

Acesse a vm

vagrant ssh

Info sobre o projeto

https://gitlab.com/gutocarvalho/packer-centos-pcp
https://gitlab.com/puppet-br/pcp
https://gitlab.com/puppet-br/pcp-controlrepo

Calendário 2017 de treinamentos Oficiais de Puppet para o Brasil

Muito leitores e amigos tem me perguntando sobre as datas de treinamentos Puppet para 2017, sim elas já foram marcadas, seguem as datas que temos para o primeiro semestre.

Puppet Fundamentals

São Paulo

Dias 28, 29 e 30 de Março

Brasília

Dias 25, 26 e 27 de Abril

Puppet Practitioner

São Paulo

Dias 23, 24 e 25 de Maio

Puppet Architect

São Paulo

Dias 27 e 28 de Junho

Mais informações no site da Instruct, única ATP (Authorized Training Partner) do Brasil.

http://instruct.com.br

[s]
Guto

Meetup Puppet em Sampa no dia 29 de Setembro

Faça sua inscrição!

http://www.meetup.com/pt-BR/puppet-br/events/232969711/

Vamos conversar sobre DevOps, Infra as Code, Infra Ágil, Puppet e tecnologias como GitLab, Docker e Rancher.

Será um encontro informal no formato Q/A, alguém lança uma pergunta para que os presentes respondam. Vale puxar o notebook, carregar site, demo, hands on, a ideia é ter um bate-papo descontraído sobre esses assuntos.

[s]
Guto

Nova Vagrant BOX com CentOS 7.2.1511 e GitLab CE 8.12.0

Divulgando nova box CentOS 7.2 com GitLab CE 8.12.0 no atlas. Agora fica mais fácil testar a última versão do Gitlab com o menor esforço possível :)

1. Instalando a box

Se você usa vagrant 1.8.x para fazer download da box digite

vagrant box add gutocarvalho/centos7x64-gitlab-ce

Crie um diretório para o projeto

mkdir centos7-gitlab-ce; cd centos7-gitlab-ce

Crie um arquivo Vagrantfile no diretorio com o conteúdo abaixo

# -*- mode: ruby -*-
# vi: set ft=ruby :

VAGRANTFILE_API_VERSION = "2"

Vagrant.configure(VAGRANTFILE_API_VERSION) do |config|
  config.vm.hostname = "gitlab.hacklab"
  config.vm.box = "gutocarvalho/centos7x64-gitlab-ce"
  config.vm.network "private_network", ip: "192.168.250.44"
  config.vm.provider "virtualbox" do |virtualbox|
    virtualbox.customize [ "modifyvm", :id, "--cpus", "1" ]
    virtualbox.customize [ "modifyvm", :id, "--memory", "2048" ]
    virtualbox.gui = true
  end
  if Vagrant.has_plugin?("vagrant-cachier")
    config.cache.scope = :box
  end
end

Inicie o projeto

vagrant up

Acesse a vm

vagrant ssh

Acesse o GitLab

http://192.168.250.44   

2. Refs

Para acessar a box no atlas

https://atlas.hashicorp.com/gutocarvalho/boxes/centos7x64-gitlab-ce   

O repo git com o código para build da box

https://gitlab.com/gutocarvalho/packer-centos-gitlab

É isso, divirta-se.

[s]
Guto

Vagrant 1.8.5 ssh retrying bugfix

O Vagrant 1.8.5 tem um bug crítico em guests linux, o vagrant simplesmente não consegue terminar o vagrant up por causa de um bug na geração do arquivo authorized_keys que contém as chaves permitidas para acesso ssh por chaves no guest. O problema é que o vagrant está gerando o arquivo com a permissão errada e o subsistema ssh — neste casos — ignora o arquivo por questões de segurança.

Você provavelmente está tendo uma saíde similar após atualizar para o 1.8.5

centos: Waiting for machine to boot. This may take a few minutes...
    centos: SSH address: 127.0.0.1:2222
    centos: SSH username: vagrant
    centos: SSH auth method: private key
    centos: Warning: Remote connection disconnect. Retrying...
    centos:
    centos: Vagrant insecure key detected. Vagrant will automatically replace
    centos: this with a newly generated keypair for better security.
    centos:
    centos: Inserting generated public key within guest...
    centos: Removing insecure key from the guest if it's present...
    centos: Key inserted! Disconnecting and reconnecting using new SSH key...
    centos: Warning: Authentication failure. Retrying...
    centos: Warning: Authentication failure. Retrying...
    centos: Warning: Authentication failure. Retrying...
    centos: Warning: Authentication failure. Retrying...
    centos: Warning: Authentication failure. Retrying...
    centos: Warning: Authentication failure. Retrying...
    centos: Warning: Authentication failure. Retrying...
    centos: Warning: Authentication failure. Retrying...
    centos: Warning: Authentication failure. Retrying...
    centos: Warning: Authentication failure. Retrying...

A solução é simples edite o arquivo public_key.rb

/opt/vagrant/embedded/gems/gems/vagrant-1.8.5/plugins/guests/linux/cap/public_key.rb    

Procure a linha

mv ~/.ssh/authorized_keys.tmp ~/.ssh/authorized_keys

Adicione abaixo dela

chmod 0600 ~/.ssh/authorized_keys

Salve, e suba a VM novamente, isso deve resolver o problema.

Refs

No vagrant 1.8.6 isto estará resolvido, mais info sobre o bug abaixo

[s]
Guto